Des"Construção!"


Ganhei coisas que ainda estou por descobrir,
Perdi outras que agora estou à procura,
Como se a vida apagasse, na palma da minha mão,
E se construísse na outra!
Fosse uma balança ,com contrapeso,
e não soubesse por qual optar.
Construção, desconstrução?
É este o dilema, que me torna um ser estranho,
É o medo que me persegue e eu tento esconder-me dele,
Porque não o enfrento de vez , para que se vá embora?
Gosto de tantas pessoas que conheci, outras gosto sem conhecer ,
É estranho e confuso .. os opostos , os antónimos, também gosto dos sinónimos.
Tudo está implícito numa palavra , mas são os gestos que “falam” por si!
E hoje disseram –me que o mundo não é cor-de-rosa, e eu respondi que queria que fosse azul ou então um arco-íris ..
Sim.. se eu escolhesse, o mundo teria muitas cores , com lugar para todas elas , e ficariam bem, umas com as outras.
Haveriam pássaros em tons prateados, estrelas no tecto do meu quarto..
Como distraio-me com delírios, mas sem eles não consigo passar para outra dimensão,
Tudo tem dois lados,
O lado bom e o mau,
O positivo e o negativo,
A vida é um íman? Um campo magnético?
Não há explicação para tudo , mas eu gosto de ter controle das coisas..
E se eu me deixasse levar um dia, sem fazer escolhas?
Porque tenho que ouvir sempre a voz da consciência «Não faças isso» … não, não, não!
Tantos “não´s”, luto contra eles todos os dias,sou a minha maior luta..
As palavras estão adormecidas, sem horas para acordar, com um tempo indefinido,sem se soltarem.. Preciso de gritar e aprender a voar.E se voltar a ganhar o que perdi e já não quiser de volta?
Não interessa. Hoje não vou romantizar, para que pareça bonito. Amanhã é outro dia.
Des..
Desc..
De...
Descon...
Descontruç...
Descontrução!



The end

Ana Brinca

Ana Brinca

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

1 comentário:

Setúbal Cultural disse...

Uma das coisas mais difíceis na vida é se deixar levar sem fazer escolhas.
Porque todos os dias surgem questões, pertinentes ou não, que nos fazem querer escolher/responder, nem que seja a dizer "talvez um dia"...

Enjoy. Com tecnologia do Blogger.

Sobre

Ana Brinca Atriz

Popular Posts

Search This Blog

Translate